domingo, 30 de julho de 2017

CELEBRAÇÃO DOS 25 ANOS DE ORDENAÇÃO DE PE. PAULO SALVI


       Neste domingo dia 30 de julho, aconteceu na igreja matriz Nossa Senhora das Graças, celebração comemorativa ao Jubileu de Prata da ordenação sacerdotal de Pe. Paulo Salvi, da Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência.
       O próprio padre Paulo presidiu a celebração que contou com a presença de mais cinco sacerdotes e inúmeros religiosos, noviços, seminaristas de diversas congregações.
       Filho de Nelson Salvi e Hortência Chies, nascido na localidade de Coblens, iniciou os estudos na EM Nilo Peçanha da localidade, frequentando a 5ª série no Grupo Escolar de Arcoverde, depois o seminário em Farroupilha. Trabalhou e estudou no Mato Grosso do Sul. Voltou a Farroupilha onde fez o noviciado juntamente com onze colegas em 1984.
       Foi ordenado diácono no dia 8 de dezembro de 1991 em Bataiporã, Mato Grosso do Sul e em janeiro de 1992 voltou para Porto Alegre, para concluir a Teologia na PUC.
       Em 2 de agosto de 1992, na igreja matriz de Arcoverde, foi ordenado sacerdote pelo bispo diocesano de Caxias do Sul, Dom Paulo Moretto. Seguiu trabalhando em Porto Alegre e mais três anos em Viamão na casa de formação e atendimento a meninos de rua.    
       No dia 10 de janeiro de 1999, partiu para Angola, África. Lá foi trabalhar nas cidades de Benguela e Huambo. A missão da Congregação dos Pobres Servos neste lugar era composta por uma paróquia, um hospital, uma escola e casas para meninos de rua. O trabalho missionário foi dividido com o excelente trabalho das irmãs Pobres Servas, que permanece na atualidade. 
      Em abril de 2008 foi convocado para residir na Itália, mais precisamente na cidade de Verona. Lá foi eleito membro do Conselho Geral de Formação da Congregação.
    Em 2014 eu assumiu o cargo de coordenador da Casa Geral da Congregação, permanecendo até os dias de hoje. A casa atende a refugiados, pessoas que sofreram sequelas diante de acidentes, crianças com problemas psicológicos e deficiências mentais, abriga e fornece comida a quem necessita.
        Após a missa, foi servido almoço no ginásio da comunidade de Coblens.























 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário